O Que Terá Acontecido a Baby Jane?

 

Eva Wilma e Nathalia Timberg estrelam a versão do clássico longa-metragem de 1962

 

Eva Wilma e Nathalia Timberg estarão juntas no mesmo palco pela primeira vez em ‘O Que Terá Acontecido a Baby Jane?, que inicia temporada em 21 de abril, com sessões de quinta-feira a domingo, no Theatro NET – RIO DE JANEIRO. A montagem tem direção da dupla Charles Möeller & Claudio Botelho, que faz a primeira incursão por um espetáculo que não é musical.

 

Eva e Nathalia interpretam as irmãs Jane e Blanche Hudson, lendárias personagens vividas por Bette Davis e Joan Crawford no cinema. Após ser uma estrela mirim do teatro de vaudeville, Jane Hudson (Eva Wilma) precisou lidar com a decadência de seu prestígio e o posterior sucesso de sua irmã, Blanche (Nathalia Timberg), que se transformou em uma estrela do cinema hollywoodiano. Após um trágico e misterioso acidente que encerrou definitivamente a carreira de ambas, elas se encontram confinadas – e abandonadas – em uma mansão, onde dividem um cotidiano recheado de mágoas e ressentimentos.

É o cenário perfeito para o embate entre as irmãs e para uma vingança perversa de Jane, que passara boa parte da vida renegada ao papel de coadjuvante nos filmes da irmã. Disposta a voltar aos palcos, Jane tenta retomar o personagem da infância, passando por cima de tudo para atingir o seu objetivo. ‘Além da rivalidade entre as irmãs e todas as questões que passam por este tema, ‘Baby Jane’ também é sobre o embate entre o teatro de vaudeville e o cinema. A convivência entre os gêneros durou até o cinema se tornar falado, o que levou ao fim do vaudeville’, analisa Charles.

A adaptação teatral embaralha os acontecimentos da vida das irmãs e mistura passado, presente e fantasia em cena. Jane e Blanche serão vividas pelas crianças Sophia Valverde/Alessandra Martins e Duda Matte/Ágatha Félix e também por Juliana Rolim e Karen Junqueira, na juventude. ‘Os tempos são sobrepostos, como na construção dramatúrgica de Nelson Rodrigues em ‘Vestido de Noiva’. A atmosfera é também rodrigueana, mas existe uma inspiração no universo de Tennessee Williams’, completa o diretor.

Mais de cinco décadas após o lançamento cinematográfico, o mítico longa-metragem O Que Terá Acontecido a Baby Jane? ganhou sua primeira versão teatral. Para completar, a montagem traz o encontro inédito nos palcos das duas atrizes com quase seis décadas de trajetórias marcantes no Teatro Brasileiro.

 

Traumas, ressentimentos, solidão e loucura

A fama de O Que Terá Acontecido a Baby Jane? rendeu incontáveis histórias e polêmicas de bastidores, que ultrapassaram décadas. Inimigas na vida real, Bette Davis e Joan Crawford protagonizaram uma série de desentendimentos no set, o que ajudou a aquecer ainda mais o clima de rivalidade entre as personagens. Pela primeira vez, as atrizes experimentavam um gênero novo, algo entre o terror psicológico e o suspense, em uma trama repleta de viradas e cenas emblemáticas.

Por algumas questões burocráticas, a adaptação teatral do filme nunca foi adiante. Apaixonados pelo longa-metragem, Charles Möeller & Claudio Botelho tinham um desejo antigo de encenar a história e foram surpreendidos com a notícia de que finalmente a transposição para o palco tinha acabado de ficar pronta. O próprio Henry Farrell, autor do romance original que deu origem ao filme, se dedicou a escrever a peça pouco antes de morrer, em 2006. Quase dez anos depois, os direitos foram liberados pela família e cedidos para a Möeller & Botelho.

Os diretores levaram toda a sua equipe criativa dos musicais para o novo projeto, que conta com a cenografia de Rogério Falcão – responsável por todos os trabalhos da dupla desde ‘7 – O Musical’ (2007) –, os figurinos de Carol Lobato, recém-premiada com o Cesgranrio e o Reverência por Kiss me, Kate, a iluminação de Paulo César Medeiros (Prêmio Reverência por Nine – Um Musical Felliniano) e a coordenação artística de Tina Salles.

 

Prêmios e indicações relativos a Temporada em SÃO PAULO (Agosto 2016 a Março 2017)

 Prêmio Arte Qualidade Brasil

Indicações:

Melhor Atriz – Drama: Eva Wilma

Melhor Atriz – Drama: Nicette Bruno

Vencedor:

Melhor Atriz – Drama: Eva Wilma

 

Melhores do Ano segundo o jornalista e crítico teatral Miguel Arcanjo Prado

Indicações:

Melhor Atriz: Eva Wilma e Nicette Bruno

Melhor Atriz Coadjuvante: Teca Pereira

Revelação: Sophia Valverde

Iluminação: Paulo Cesar Medeiros

Trilha Sonora: Charles Möeller

Vencedor:

Melhor Atriz: Eva Wilma e Nicette Bruno

Melhor Atriz Coadjuvante: Teca Pereira

 

Prêmio Aplauso Brasil de Teatro

Indicações:

Melhor Atriz: Eva Wilma

Melhor Atriz Coadjuvante: Sophia Valverde

Melhor Atriz Coadjuvante: Teca Pereira

 

Prêmio QUEM

Indicações:

Melhor Atriz de Teatro: Eva Wilma

Melhor Peça

 

Ficha Técnica:

EVA WILMA e NATHALIA TIMBERG em O QUE TERÁ ACONTECIDO A BABY JANE?. Um espetáculo de Charles Möeller & Claudio Botelho. Com Paulo Goulart Filho, Teca Pereira, Nedira Campos, Juliana Rolim, Karen Junqueira e as crianças Sophia Valverde, Duda Matte, Alessandra Martins e Ágatha Félix. Autor: Henry Farrell. Adaptação: Charles Möeller. Tradução: Claudio Botelho. Direção: Charles Möeller. Cenografia: Rogério Falcão. Figurinos: Carol Lobato. Iluminação: Paulo Cesar Medeiros. Visagismo: Beto Carramanhos. Design de som: Ademir Moraes Jr. Coordenação Artística: Tina Salles.

Realização: Brain+

– Presidente/Diretor: Frederico Reder

– Vice presidente/Financeiro: Juliana Reder

– Diretor de espetáculos: Leo Delgado

– Gerente de espetáculos: Leandro Bispo

Produtor executivo: Bruno Avellar

Assistente de produção: Leonardo Leone

 

Sobre o Theatro Net

Arrendado em abril de 2011 pelos produtores culturais Frederico Reder e Juliana Reder, sócios da produtora Brain+, o antigo teatro Tereza Rachel teve sua reforma iniciada no mesmo ano, após mais de dez anos sem atividades. Quatro décadas depois de sua primeira inauguração, o Theatro Net Rio abriu suas cortinas no dia 4 de abril de 2012, com o espetáculo “BIBI – Histórias e Canções”, no qual Bibi Ferreira comemorava seus 90 anos de vida e 70 anos de carreira. No dia 7 de abril, foi inaugurado para o grande público.

Entre shows, musicais, peças de teatro e espetáculos de dança já promoveu mais de 1500 sessões para um público acima de um milhão de pessoas. O espaço conta com duas salas, sendo a maior, Sala Tereza Rachel, com capacidade de 622 lugares e a menor, Sala Paulo Pontes, com 100 lugares.

Dois anos depois os mesmos produtores inauguraram o Theatro NET São Paulo, localizado no quinto andar do Shopping Vila Olímpia. Com uma grande festa a noite do dia 18 de julho de 2014 foi marcada por um inesquecível show de Gilberto Gil. Desde então, o teatro já recebeu em seu palco grandes nomes da MPB, além de espetáculos musicais e eventos corporativos. Com 2.300 m² a estrutura conta com arquitetura moderna e tecnologia de ponta. Apesar de grandioso, tudo no Theatro NET São Paulo é aconchegante.

Ambas as casas têm pleno funcionamento, com uma programação diversificada, todos os dias da semana, e preza pelo bem-estar do público e dos artistas e pela excelência em seu atendimento.

 

Sobre a produtora Brain+

Depois de conquistar diferencial em sua área, a Brain+ – que nasceu Brainstorming Entretenimento – hoje comemora sete anos e movimenta o setor da economia criativa no Brasil, a partir de São Paulo e Rio de Janeiro, com a operação consolidada de dois teatros.

Por meio de contratos de naming right/patrocínio com a empresa de serviços de telecomunicações e entretenimento via cabo Net, viabiliza a operação dos Theatro Net Rio e Theatro Net São Paulo.

Conduzindo diretamente todos os seus negócios, Fred Reder comemora cada crescimento e novas conquistas profissionais. Seu nome é sinônimo de ousadia no cenário cultural do eixo Rio/São Paulo e sua ambição ultrapassa essas fronteiras. Ainda este ano, sua empresa tem a expectativa de crescer cada vez mais nesse mercado de entretenimento cultural, com a abertura de novos teatros.

Em paralelo aos gerenciamentos das casas, a Brain+ traz ainda em seu catálogo a produção de espetáculos, que são sucesso de público e crítica. Tango, Bolero e Cha Cha Cha; O Pacto das 3 Meninas; Romeu e Julieta; e, Avenida Q são alguns deles. Além dos mais recentes: Qualquer Gato Vira-Lata Tem a Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa; E Aí, Comeu?; Constellation, O Musical; O Último Lutador; Ou Tudo Ou Nada.

 

SERVIÇO:

 O QUE TERÁ ACONTECIDO A BABY JANE?

Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).

Temporada: 21 de abril até 28 de maio de 2017

Horário: Quinta-feira às 18h / Sexta e sábado às 21h / Domingo às 18h.

Classificação: 14 anos.

Duração: 70 minutos.

Ingresso: R$ 150,00 (plateia e frisas) R$ 110,00 (balcão) e R$ 50,00 (Balcão com visão parcial).

Direito à meia entrada e descontos :  http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html

Capacidade do Teatro: 622 lugares.

Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060

Site: www.theatronetrio.com.br

Vendas pela internet:  www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido – (11) 4003 – 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido – (11) 4003 – 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone – (11) 4003 – 1212
Horário de funcionamento – Todos os dias das 10h às 18h.

Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.

Reservas para grupos: Beatriz Barcelos – beatrizbarcelos@brainmais.com

Somente pelo telefone: (21) 96629 – 0012
Horário de atendimento – De Segunda a Sábado de 14h às 21h.

Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.

Acessibilidade

Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães, 598.

 

 Assessoria de Imprensa O QUE TERÁ ACONTECIDO A BABY JANE?

Factoria Comunicação
Pedro Neves (pedro@factoriacomunicacao.com)
Vanessa Cardoso (vanessa@factoriacomunicacao.com)
(21) 2249-1598 / 2259-0408