MICHEL MELAMED ESTREIA ‘MONÓLOGO PÚBLICO’ NO MASP

Espetáculo marca seu retorno ao gênero que o consagrou em

 ‘Regurgitofagia’, ‘Dinheiro Grátis’ e ‘Homemúsica’

Fotos em alta resolução: www.factoriacomunicacao.com

 

MONÓLOGO PÚBLICO

– De 18 de março a 8 de maio (sábados, domingos e segundas) –

MASP AUDITÓRIO

 “Se alguém entender o que eu disser é porque me expressei mal.”

Nossa Música, Godard

 

Um palco sobre o palco. Assim começa ‘Monólogo Público’, rompendo a fronteira entre dentro e fora, público e privado, ator e personagem, verdade e pós-verdade…

Com estreia marcada para 18 de março no Masp Auditório, o novo trabalho marca a volta de Michel Melamed aos monólogos, dez anos após sua Trilogia Brasileira, composta pelos espetáculos Regurgitofagia (2004), Dinheiro Grátis (2006) e Homemúsica (2007), sucessos de público e crítica em algumas das principais capitais brasileiras e internacionais (Nova York, Berlim, Paris).

Uma vez mais, o projeto tem como ponto de partida o Brasil contemporâneo e é transdisciplinar: espetáculo, manifesto e performance. Em ‘Monólogo Público’, diferentemente do que se tem ouvido à exaustão, a disputa não é pela narrativa, mas pela linguagem. Não é o que se diz, mas como se diz. Assim, através de um jogo de deslocamentos estéticos, Michel recria sua vida até o presente, até o próprio espetáculo, tornando-se então o seu próprio público.

Produzido por Bianca de Felippes – parceira em todos os trabalhos de Michel desde ‘Regurgitofagia’ –, ‘Monólogo Público’ parte da autoficção, onipresente nas redes sociais, para, ao fazer uma alegoria das relações entre o público e o privado no país, reafirmar a multiplicidade de olhares: “somos todos artistas”.

Um palco sem palco: assim termina ‘Monólogo Público’.

Por ocasião da estreia do espetáculo será lançada pela Betrand Brasil a quinta edição do livro Regurgitofagia, em versão trilíngue, com fotos e textos inéditos.

 

Sobre Michel Melamed

Transgressor é um adjetivo frequentemente usado para definir o trabalho de Michel Melamed. Não é à toa. Na última década, ele despontou no cenário artístico brasileiro com espetáculos, programas de Tv, filmes e livros marcados pela mistura de linguagens artísticas e um discurso singular, de alta densidade poética e humor corrosivo. Seus dois últimos espetáculos foram ‘Seewatchlook’ (2011), também série de Tv e longa-metragem, fruto de uma bolsa de pesquisa em Nova York, e ‘Adeusàcarne’ (2012). Na tv, atualmente escreve, apresenta e dirige a terceira temporada do “Bipolar Show” no Canal Brasil com reestreia em junho (2017). Como ator, esteve recentemente na minissérie ‘Dois Irmãos’ da Rede Globo (2017) e ‘Edifício  Paraíso’ com estreia prevista para abril no Canal GNT (2017).

 

MONÓLOGO PÚBLICO/ Ficha Técnica:

Texto, atuação, direção: Michel Melamed

Corpo: Luciana Brites

Cenografia: Sérgio Marimba

Luz: Adriana Ortiz

Figurino: Luiza Marcier

Música: DJ Ansioso

Colaboração: Simone Melamed

Visagismo: Neandro Ferreira

Arte gráfica: Estúdio Radiográfico

Fotos: Julia Rodrigues

Assessoria de imprensa: Factoria Comunicação

Produção SP: Rosi Fer

Produção: Bianca de Felippes

 

Patrocínio: Nextel

 

Serviço:

Masp Auditório

Av. Paulista 1.578

374 lugares

Bilheteria de terça a domingo das 10h às 17:30h e quintas das 10h às 19:30h. Segundas, de 15h às 21h.

Nos dias de espetáculo até a hora da apresentação.

Ingressos:

R$ 70/ R$35 sábado 21h.

R$60/ R$30 domingo 20h e segunda 21h.

Duração: 60 minutos.